domingo, 14 de novembro de 2010

Peixe ensopado à moda da mama

Esta é uma das receitas que presenciei minha mãe fazer durante a minha infância e adolescência e, apesar de gostar dela, nunca tive a curiosidade de anotá-la. Depois que minha mãe se foi, sempre fiz esta receita trazendo à lembrança os passos que a vi realizar e sempre deu certo. Durante anos, fiz exatmente como ela fazia: com peixe em posta, cebola, tomate e pimentão em rodela, mas nunca fotografei o prato. Desta vez, fiz algumas modificações e um acréscimo, mas o sabor continuou bem parecido com o que ela fazia. Ao invés de usar peixe em posta, usei em filé; o tomate, a cebola e o pimentão foram picados em quadradinhos. Além disto, acrescentei o azeite de dendê que dá um toque especial. Para esta receita é preciso:

Ingredientes:
1 kg de peixe em posta ou em em filé (eu usei o de Panga)
5 dentes de alho grandes
sal à gosto
3 colheres (sopa) de shoyu
3 batatas grandes ou o suficiente para fazer 2 camadas
1 cebola grande
2 tomates grandes picados
1 pimentão médio
cheiro verde à gosto
3 colheres (sopa) de azeite de dendê



Modo de fazer:
Descasque os dentes de alhos e soque com o sal. Acrescente o shoyu e faça uma pasta para temperar os peixe e, depois, reserve-o.
Descasque a cebola e pique-a em cubos. Corte o pimentão ao meio, retire as sementes e pique-o em cubos. Tire apenas a parte do cabinho do tomate e depois pique-o em cubos com pele e semente.

Pique o cheiro verde o mais fino que conseguir. Numa tigela, misture a cebola, o tomate, o pimentão e o cheiro verde e reserve.

Descasque as batatas e pique-as em rodelas da espessura do dedo médio.

Numa panela média, coloque a primeira camada de batatas, a segunda de peixe e a terceira de temperos. Repita as 3 camadas. Regue com o azeite de dendê, tampe a panela e leve ao fogo alto para cozinhar. Quando levantar fervura, abaixe o fogo e deixe cozinha até que as batatas estejam macias.
E depois deste tempo, o resultado foi este.



OBS.:  É importante colocar o peixe sobre a batata para que o tempero do alho-sal-shoyu passe para ela durante o cozimento. Quem gosta de pimenta como eu, pode colocá-la, mas como só eu gosto aqui em casa, coloco só no meu prato. Outra coisa: dependendo do peixe e da quantidade de água em cada hortaliça, pode resultar em mais ou menos caldo. Se for mais, não se preocupe, pegue parte do caldo e faça um pirão para acompanhar o prato (só não vale tentar resolver o problema deixando ferver mais para o caldo secar, pois a batata e o peixe vão passar do tempo de cozimento). Se for para menos, aí é só servir aproveitando-o para molhar o arroz. É uma delícia.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails